Select Page

Entrevista: Mano Santana comenta os 18 anos de sucesso do ‘Namoro no Rádio”

Entrevista: Mano Santana comenta os 18 anos de sucesso do ‘Namoro no Rádio”

 Por Carlúcio Barbosa

 

 

 

“As pessoas ainda gostam do velho romantismo que não se perdeu com o tempo que é mandar um bilhete e falar no telefone e ficar com aquela ansiedade de conhecer a outra pessoa”

O quadro “Namoro no Rádio” vai ao ar todos os dias das 11 horas às 12 horas dentro do programa “Mano Santana”, o qual é exibido no horário matutino, das 8 horas ao meio dia, pela FM Mirante. O quadro “Namoro no Rádio” foi criado no ano de 1999 pelo radialista Manassés Santana Clemente dos Santos, mais conhecido como “Mano Santana”, 46, nascido em Caxias, Maranhão, e faz muito sucesso até hoje. Com inovações tecnológicas como a web rádio e os avanços da Internet com a participação do ouvinte via comentário, Mano Santana vê crescer a audiência de seu programa, que hoje é o mais ouvido entre as FMs, em seu horário, na segunda maior cidade do Maranhão. Além disso, nas redes sociais como o Facebook e Instagram o quadro “Namoro no Rádio” tem a sua versão digital, aumentando, assim, a cota de audiência da rádio Mirante. Porém, é por meio do contato telefônico do programa da rádio e de mensagens de voz do aplicativo Whatsapp que o radialista conversa e interage com o público alvo. E, muitas das vezes, logo após essas conversas descontraídas, com teor que vai do amor à solidão, acontecem muitos encontros amorosos, principalmente com mulheres interessadas em namoro sincero ou um relacionamento mais intenso. E é tanto o sucesso do Mano Santana em seu programa de rádio que mais de 50 casais já foram formados desde a criação do “Namoro no rádio”.  Assim, com 30 anos de profissão como radialista, Mano Santana é capaz de fazer milhares de ouvintes ficarem atentos no quadro “Namoro no Rádio” que está atualmente na emissora Mirante FM 95,1. Segue a entrevista com Mano Santana que foi concedida nos estúdios da rádio onde é realizada a transmissão do programa “Namoro no Rádio “.

Entrevista:

Imperatriz Notícias: Qual o fator principal para o quadro “Namoro no Rádio” ser sucesso há 18 anos e estar em todo esse tempo com a audiência nas alturas?

Mano Santana: É porque trata-se de um programa simples que o ouvinte se identifica com o que está sendo apresentado e é divertido ao mesmo tempo. As pessoas querendo algo sério e isso causa uma certa curiosidade nos outros ouvintes que estão apenas acompanhando, sem estar necessariamente participando.

IN: As pessoas que participam de seu programa querem mesmo namorar ou é só balela?

MS: Sim.  Até hoje são muitas ligações de pessoas querendo verdadeiramente uma cara metade e eu apenas sou um tipo de ligação entre elas.

IN: Essas ligações telefônicas do ouvinte para o programa da rádio não configuram   um modo de as pessoas se expor em demasia?

MS: Não. Porque o programa sempre ressalta que só liguem os que queiram verdadeiramente procurar uma pessoa que combine com suas características. Até hoje eu só recebo telefonemas e não exijo fotos e nem endereço.A única coisa que pergunto é como a pessoa é fisicamente e o que ela procura para se relacionar e o telefone para a pessoa interessada ligar.

IN: Na era das redes sociais e aplicativos de mensagens, por que seu quadro “Namoro do rádio” ainda hoje insiste em fazer sucesso?

MS: Porque a rádio nunca perdeu sua identidade. É a rádio que acompanha o ouvinte se a pessoa está no quarto ou na sala ou cozinha. O rádio está lá seguindo, E nas redes sociais você que tem que ficar acompanhando. As pessoas ainda gostam do velho romantismo que não se perdeu com o tempo que é mandar um bilhete e falar no telefone e ficar com aquela ansiedade de conhecer a outra pessoa.

“As pessoas querendo algo sério.. É isso que causa uma certa curiosidade nos outros ouvintes”

IN: O programa é só para héteros?

MS: Não. Porque a opção sexual é de cada um. Não fazemos exigências de sexualidade. Quem quiser participar estiver afim de procurar alguém para um provável relacionamento é só ligar para o telefone do programa.O que nós não deixamos acontecer é que pessoas de menor idade participem.  Agora, a partir dos 18 anos de idade pode ligar. Todas as pessoas merecem o mesmo respeito independentemente de sua escolha sexual.

IN: Qual o perfil das pessoas que procuram o programa?

MS: Todos os tipos. Aqui eu já recebi ligações de todas as classes sociais, religião e opção sexual.

IN: Já vieram aqui na rádio Mirante ou alguém ligou reclamando do quadro ” Namoro no Rádio “ porque não gostou do que encontrou?

MN: Não.  Pelo o que eu saiba, é contrário. Já recebi e recebo até hoje ligações de pessoas agradecendo por ter encontrado o verdadeiro amor ou cara metade. E isso me deixa muito feliz e orgulhoso como profissional.

IN: Sabemos que você é um tipo de santo casamenteiro. Mas, e você, tem namorada?

MS: Tenho.  E com ela já vivo 26 anos de casado e ela vai continuar sendo minha eterna namorada.

 

About The Author